4 estratégias para a área de inovação ganhar autonomia em uma grande empresa

Você como gestor sente dificuldades em fazer a área de inovação ganhar autonomia? Se frustra toda vez que um projeto não é compreendido pelo restante da empresa? Isso pode ser um sinal de que a organização ainda não tenha enxergado o verdadeiro valor desse departamento para os negócios.

Quando a liderança cobra inovação, mas não dá espaço para que isso aconteça é preciso que você, como líder do setor, trabalhe formas de conquistar esse espaço para apresentar os resultados esperados. E algumas estratégias podem ajudar a alcançar esse objetivo.

Aliás, separei 4 delas para este artigo. Se seguir essas dicas é provável que sua equipe nunca mais seja vista da mesma forma pelo restante da empresa. Preparado para a transformação? Então, continue a leitura.
 

1- Seja visto para que seja lembrado

 
Você já ouviu aquele ditado que diz “quem não é visto não é lembrado”? Ele quer dizer que se as pessoas não souberem de suas ações, dificilmente lembrarão de você, mesmo que seja o melhor naquilo que faz.

Com a área de inovação o conceito é parecido, mesmo que o setor desenvolva bons projetos e soluções incríveis se elas não forem devidamente apresentadas ao restante da empresa, fica muito mais difícil conseguir a aceitação dessas ideias. Por isso é muito importante contar com o apoio coletivo durante o desenvolvimento de um projeto.

Por isso, para a área de inovação ganhar autonomia é muito importante utilizar a comunicação interna como uma ferramenta de divulgação. Seja por meio da intranet ou por e-mails periódicos, o importante é que as conquistas, atualizações e melhorias, novos desafios e processos que estejam na lista de tarefas sejam compartilhados com os outros colaboradores.

Essa atitude mostrará ao restante da empresa que o setor está na busca por resultados e com o tempo, naturalmente é provável que a área ganhe mais liberdade de atuação já que mostra participação efetiva no crescimento da organização, em outras palavras mostra que o trabalho da área de inovação faz muita diferença para os resultados almejados.

Seguindo essa dica é natural que num futuro próximo os outros departamentos comecem a incluir a área de inovação em suas ideias e também peçam sugestões antes de tomar algumas decisões. Por fim, de forma proativa o setor de inovação pode se oferecer para ajudar no desenvolvimento de projetos de outros setores para aumentar a integração corporativa.
 

2- Mostre a teoria na prática

 
Outra excelente forma de conquistar confiança dentro de uma empresa e fazer a área de inovação ganhar autonomia é mostrando resultados. Por isso é fundamental que de tempos em tempos a área de inovação prepare uma reunião para apresentar o que vem sendo feito desde o último encontro.

É como diz o ditado “não basta matar a cobra, é preciso também mostrar o pau”. Em outras palavras, não basta apresentar projetos inovadores, mas você deve mostrar também os resultados obtidos por esses projetos, são eles que convencerão o restante da empresa sobre a capacidade da área de inovação.

E se o objetivo é conquistar autonomia perante toda a empresa, porque não apresentar os resultados para todos de uma única vez? Assim você coloca todos os outros departamentos na mesma página e mostra que todos eles podem contar com os serviços da área de inovação para alcançarem resultados semelhantes aos seus. E aí vem um detalhe pequeno, mas que não pode passar despercebido:

Sua apresentação precisa ser extremamente impactante. É preciso aprender a atenção da maioria das pessoas, mas o problema é que cada uma delas é motivada por informações diferentes, então além de uma apresentação bastante abrangente, você pode seguir também outras dicas como:

  • ter um roteiro com tudo o que será apresentado e a ordem de apresentação;
  • mostrar o que foi cumprido e o que não foi, explicando os motivos claramente;
  • comparar os resultados com apresentações anteriores a fim de mostrar evolução;
  • utilize linguagens simples e explique termos técnicos para que todos compreendam.

Lembre-se de guardar as conquistas para o final da apresentação, essa é uma forma de deixá-las em evidência por mais tempo no imaginário das pessoas que estiverem presentes.

Mas, cuidado com a empolgação! Reuniões extensas de mais ou apresentações prolixas podem dispersar a atenção de quem assiste. Uma forma de evitar isso é mesclar dados escritos com infográficos e imagens para quebrar a monotonia. Prender a atenção do público do começo ao fim é um dos maiores objetivos nessas reuniões, lembre-se disso!

Garanta também que quem apresentar os resultados esteja preparado para responder algumas perguntas ao final da apresentação.
 

3- Não monte uma equipe que apenas cumpra ordens

 
Antes de conquistar autonomia para a área de inovação dentro da empresa é interessante que os colaboradores possuam autonomia dentro da própria área. A ideia é que eles não precisem servir o chefe, mas o sigam para que juntos atendam as necessidades do cliente.

Funciona como um ciclo: para a área de inovação ganhar autonomia na empresa é preciso apresentar resultados relevantes, mas conquistar esses resultados depende de entender a fundo as necessidades do cliente. Por isso, os colaboradores precisam trabalhar juntos e participar ativamente para entender o que pode ser feito em relação a essas dores.

Essa autonomia individual faz com que os profissionais se sintam valorizados e os incentiva a expor suas ideias com base na percepção que tiveram sobre as necessidades que determinados projetos podem suprir. A iniciativa dos colaboradores fará com que muitas ideias construtivas surjam para agregar ainda mais valor ao setor.
 

4- Aumente o potencial de sua equipe

 
Por mais habilidosos que sejam os integrantes da equipe de inovação, é sempre importante garantir que eles estejam atualizados em relação ao mercado e tecnologias disponíveis.

Além de estreitar os laços da relação chefe/colaborador esse tipo de postura mostra ao restante da empresa que você acredita no potencial das pessoas que escolhe pro time, justamente por isso investe no aprendizado delas.

Capacitar os colaboradores melhora suas habilidades individuais, mas potencializa também o trabalho em equipe. Consequentemente a própria empresa entende que o time está capacitado para assumir mais responsabilidade e obter mais espaço nos processos de decisão da corporação.

Além disso os treinamentos deixam os colaboradores antenados ao que o mercado oferece de mais moderno. E claro, uma empresa só cresce quando seus integrantes se propõe a crescer junto.

E sobre a área de inovação especificamente, esse é um mercado em constante expansão. Por conta disso muitas empresas sentem dificuldade em manter o nível de rotatividade baixo nessa área.

Mas isso pode ser conseguido por exemplo com o investimento no colaborador. Os treinamentos fazem com que profissionais se sintam parte da empresa e as chances de ele querer ir para a concorrência tendem a diminuir.

No fim das contas o treinamento contribui para que um profissional se especialize e aprofunde seus conhecimentos em relação à empresa, faz com que a área de inovação ganhe autonomia por conta da capacitação técnica de seus integrantes e ainda aumenta a produtividade.

Para a área de inovação ganhar autonomia é preciso mostrar ao restante da empresa quais são os impactos positivos causados por suas ações, além de deixar clara a busca constante do aperfeiçoamento técnico. O líder tem o papel de mediador, é ele quem ajudará a equipe a alcançar o sucesso e paralelamente apresentara esse sucesso ao restante da empresa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>